Fazendo a Diferença

Os tempos mudaram, os desafios que surgem hoje são diferentes dos enfrentados até então. Pressão por resultados positivos, exigência crescente de alto padrão de qualidade em atendimento, produtos e serviços, agilidade nas tomadas de decisão, expectativa de vida útil das pessoas aumentando, mudanças nas leis de aposentadoria e principalmente a velocidade da obsolescência da tecnologia e do conhecimento em todas as áreas, são alguns dos desafios encontrados nos dias atuais, entre outros...

A maneira mais eficaz de preparar-se para essa nova realidade é administrar as características pessoais, reavaliar conceitos e conscientizar-se de suas necessidades, desenvolvendo virtudes e competências individuais para lidar com o todo...

A empresa que perceber e souber aproveitar-se destas circunstâncias, oferecendo aos seus colaboradores a oportunidade de auto-desenvolvimento, fará a grande diferença no mercado, assim como o profissional empenhado em desenvolver seu potencial pessoal, pois tecnologia e conhecimento estão à disposição de todos. O que realmente faz a diferença é a atitude das pessoas diante das diversas situações do dia-a-dia, a qualificação pessoal.

sábado, 21 de novembro de 2009

3. “O significado da comunicação é dado pelo receptor.”

Ana Beatriz Medeiros Brito

Este terceiro pressuposto trata de como é feita a interpretação da comunicação.
A comunicação diz respeito a criação de uma experiência no outro e da obtenção de uma resposta dele. Essa experiência e a resposta dependem de como o interlocutor recebe a mensagem do emissor, e não da intenção do emissor. Então, o significado de sua comunicação é a reação, a resposta que você obtém.
O outro recebe o que você emite e interpreta de acordo com seu mapa mental, seu modelo de mundo, isto é, de acordo com a maneira como ele conhece o mundo. Você é responsável por descobrir como o outro funciona para enviar a comunicação de maneira que ele entenda ou processe da forma que você deseja.
Ex.: se você fizer elogio e a pessoa se sentir ofendida, o resultado de sua comunicação foi uma ofensa, um insulto.
Por outro lado, você também responde ao mundo de acordo com seu mapa, ou seja, baseado em seus valores, crenças, atitudes, memórias e conhecimentos.
A comunicação mal compreendida na área afetiva, profissional ou qualquer outra, pode criar estados emocionais desfavoraveis e gerar grandes confusões ou prejuízos. Charles Schwab disse: "Pagarei mais pela habilidade de um homem em se expressar do que por qualquer outra qualidade que ele tiver".

Utilidade desta pressuposição em nosso dia-a-dia:
Observar como a nossa comunicação é recebida nos permite conhecer o outro e ajustar a linguagem da mensagem para que da próxima vez ela possa ser mais eficiente e eficaz. Buscar decodificar corretamente o que o outro comunica através de análise de seu mapa e questionamento, desenvolve flexibilidade, evita mal entedidos e, ainda, ajuda a desenvolver esse talento tão necessário para o sucesso, que é a habilidade de expressão e entendimento.
A habilidade na comunicação nos permite detectar os processos mentais e os microssinais comportamentais para poder enfrentar as mais diferentes situações e melhorar o entendimento com as pessoas, evitando julgamentos errôneos e aumentando a chance de conseguirmos o que queremos com maior rapidez.

Nenhum comentário: