Fazendo a Diferença

Os tempos mudaram, os desafios que surgem hoje são diferentes dos enfrentados até então. Pressão por resultados positivos, exigência crescente de alto padrão de qualidade em atendimento, produtos e serviços, agilidade nas tomadas de decisão, expectativa de vida útil das pessoas aumentando, mudanças nas leis de aposentadoria e principalmente a velocidade da obsolescência da tecnologia e do conhecimento em todas as áreas, são alguns dos desafios encontrados nos dias atuais, entre outros...

A maneira mais eficaz de preparar-se para essa nova realidade é administrar as características pessoais, reavaliar conceitos e conscientizar-se de suas necessidades, desenvolvendo virtudes e competências individuais para lidar com o todo...

A empresa que perceber e souber aproveitar-se destas circunstâncias, oferecendo aos seus colaboradores a oportunidade de auto-desenvolvimento, fará a grande diferença no mercado, assim como o profissional empenhado em desenvolver seu potencial pessoal, pois tecnologia e conhecimento estão à disposição de todos. O que realmente faz a diferença é a atitude das pessoas diante das diversas situações do dia-a-dia, a qualificação pessoal.

domingo, 10 de janeiro de 2010

10. “A Utilidade dos Comportamentos”

10. “A Utilidade dos Comportamentos”
Ana Beatriz Medeiros Brito

O décimo pressuposto da PNL nos diz que não existe comportamento inadequado por si só, pois em algum contexto este comportamento pode ser útil.
Por exemplo, parece bastante inadequado avançar um sinal vermelho, mas se uma pessoa estiver dirigindo seu carro por uma rua deserta, tarde da noite e percebe um carro lhe seguindo, é útil dar uma rápida olhada na esquina, onde se encontra o semáforo, e avançar mesmo antes do sinal ficar verde para ela. Com isto pode evitar um assalto.
Outro exemplo, ainda, é usar casaco de lã no verão, com um calor de 35 graus, mas se, neste mesmo dia, a pessoa estiver ardendo em febre e sentindo muito frio, usar casaco de lã torna-se útil.
Então, será sempre possível encontrar um contexto em que um dado comportamento terá sua utilidade ou poderá ser adequado.

Utilidade desta pressuposição no dia-a-dia:
Quando você conhece esta pressuposição você pode identificar e decidir quais os comportamentos são mais adequados ou úteis para cada situação que lhe aparece, mesmo sabendo que ao comportar-se assim, corre o risco de ser julgado.
Você pode estar consciente do custo/benefício de sua escolha.

Nenhum comentário: